quarta-feira, 30 de março de 2016

(25/03/2016) Planejando Meeting e Meet & Greet da Cake


          Já faz um tempo que quero organizar um meeting na capital, mas batia aquele medão de não dar conta ou de passar mal no dia e faltar ao próprio evento (não seria a primeira vez). Mas depois de dois anos conhecendo o ritmo dos encontros daqui e com a saúde cada vez melhor, tomei um chá de coragem nesse bistrô maravilhoso e estou correndo atrás das possibilidades.
          Com mais de 70 variedades de chá, cardápio com opções vegetarianas, atendimento simpático, decoração diferenciada e uma gata enorme como recepcionista, não tinha lugar melhor para marcar um meeting de chás. Se tudo der certo, o meeting sai no início de maio, quando o frio chega e pede bebidas quentes. Estou apenas aguardando o retorno das propostas.
          Mais tarde, fui ver a Cake no karaokê, ganhei um sapato lindo da linda da Vanessa (gente, que sapato perfeito!) e ataquei um combo gigante de tempura.






Bistrô Ó-Chá / Karaoke Box e Lamen House orque Sim - São Paulo / SP




Geo Medical Berry Holic Green Lens
Etude House Dear Girls Be Clear BB Cream
Contém 1g Artist Palette Blues Elegante Opaco e Ônix Opaco
Dailus Máscara Para Cílios Extra Longo e Curvado
Vult Protetor Labial Cacau e Karité

Tiara - Innocent World
Blusa - H&M
Vestido - Innocent World
Cinto - Off Brand
Bolsa - Innocent World
Meia - Off Brand
Cuffs - Innocent World
Sapato - Lara
Acessórios - Off Brand / Self-Made

segunda-feira, 28 de março de 2016

Receita


          Eu não costumava registrar tudo o que cozinhávamos, mas estou tentando criar o hábito, e como o Hudson estava inspirado nessa semana, temos duas receitas extras no mês:

Pseudo-Bruschetta de Shimeji com Gouda

          Apesar de eu nunca desistir de experimentar cogumelos na esperança de gostar de algum, ainda não tive êxito, mas, para a alegria de quem curte, o Hudson não é como eu e vai garantir receitas com eles.
          O plano inicial era ser um sanduíche, mas não encontramos ciabattas no meio do feriado, então, virou uma pseudo-bruscheta, já que o pão não é tostado e nós não fazemos ideia de qual é o nome desse tipo de prato.


-1 bandeja de shimeji
-2 colheres de sopa de manteiga
-4 colheres de sopa de shoyu (essa receita não leva sal por conta dele)
-2 colheres de sopa de cebolinha
-1 colher de sopa de açúcar
-100g de gouda
-4 fatias de pão grano rústico grande
-12 folhas grandes de rúcola


     Separe o shimeji em pedaços menores.
     Fatie a cebolinha em rodelas médias.
     Descasque o gouda e pique em quadrados pequenos.
     Em fogo alto, frite o shimeji na manteiga por 2 minutos mexendo sem parar.
     Acrescente o açúcar, a cebolinha e o shoyu e mexa por mais 1 minuto.
     Acrescente o gouda e misture por mais 30 segundos de forma que não fique uniforme.
     Corte fatias grossas de pão e umedeça com o caldo do shimeji (ele fica bifásico), forre cada uma com 3 folhas de rúcola e finalize com porções generosas da mistura.
     Decore com cebolinha ou gergelim.



Pimentão Recheado com Tomate e Queijos

          Para eu não ficar chupando dedo, ele bolou esse prato para mim, adivinhando que eu estava justamente procurando alguma receita de pimentão recheado para o blog (e fiquei bicuda por ela ser mais prática do que as que eu tinha pensado).


-5 pimentões grandes (calculei errado e apenas 4 não preenchem uma forma pequena)
-1 bandeja de tomate uva (ou cereja)
-200g de parmesão ralado
-150g de gorgonzola
-3 colheres de sopa de azeite
-1 colher de sopa de orégano
-sal a gosto


     Preaqueça o forno em fogo alto. O processo de preparação leva menos de 10 minutos, o que é suficiente para o forno aquecer.
     Corte os pimentões ao meio e retire as sementes, as ''divisórias'' e o miolo próximo ao talo.
     Pique o gorgonzola em quadrados pequenos (não tem problema em esfarelar).
     Passe o azeite em toda a parte externa dos pimentões e monte na forma.
     Forre o fundo dos pimentões com uma camada fina de parmesão, adicione os tomates quase até a borda, preencha os vãos entre os tomates com gorgonzola (pode pressionar), finalize com uma camada grossa de parmesão e uma pitada de orégano.
     Leve ao forno em fogo alto por 20 à 30 minutos até o queijo dourar.
     Não corte os tomates nem na preparação, nem na hora de servir. A ideia é ele estourar na boca e liberar um sabor distinto.


segunda-feira, 21 de março de 2016

Beleza - Cosméticos Faciais - Rotina Básica


          Considerando a minha postagem anterior sobre o assunto, esses são os 4 itens que recomendo para qualquer pessoa: um sabonete facial multifuncional, um protetor labial, um protetor solar e um hidratante multifuncional leve.
          A marca e o tipo podem variar de acordo com a pele e preferência de cada um, mas são itens essenciais para o dia a dia, já que todo o mundo precisa lavar o rosto, usar filtro solar e hidratar os lábios ou a pele em algum momento.
          Minha pele é sensível, normal no calor, seca no frio, tem poucas rugas e tem olheiras e sardas consideráveis. Eu não me incomodo com as olheiras, ruguinhas ou sardas (aliás, gosto muito das minhas sardinhas e deixo de passar base nas bochechas para que fiquem visíveis). Só cuido da sensibilidade e da tendência a ressecamento.
          O que mais funciona contra a minha sensibilidade é não usar nenhum hidratante, protetor solar ou maquiagem, então, durante o clima quente, quase não uso nada, apenas mantenho a limpeza. Isso só é possível porque quase nunca saio de casa (cerca de uma vez por semana ou menos). Hidrato no dia que uso maquiagem e no dia seguinte porque minha pele resseca muito.
          Quando o frio começa, passo a usar hidratante todos os dias, pois o ressecamento passa a piorar o problema da sensibilidade. 3/4 dos cosméticos que tenho são para clima frio, já que a minha pele resseca de pouco à muito dependendo da ocasião, então, tenho itens diferentes para cada uma.
          Voltando ao basicão, esses são os produtos que recomendo por serem funcionais e viáveis:


     A diferença entre um sabonete comum em barra, ou mesmo um específico nacional, e os foamings orientais é gigantesca, seja em eficiência ou no valor. Eles são sabonetes em pasta ou creme que viram espuma ao serem friccionados com água (não devem ser aplicados no rosto sem terem virado espuma). Após testar um, abandonei de vez os sabonetes nacionais e tive boa parte da minha sensibilidade amenizada com essa simples substituição.

-Etude House Baking Powder Cleansing Foam Moist: no quesito multifuncionalidade, este é o meu favorito. Diferente da sua versão tradicional, que é forte e costuma causar ressecamento, este é suave e hidratante, mas mantém a limpeza profunda e a remoção de maquiagem. Eu uso apenas para remover maquiagem, mas pode muito bem ser usado todos os dias o ano todo. O rendimento é grande, fazendo muita espuma cremosa com uma gotinha (lembrando que a mão e o rosto precisam estar bem molhados). É cruelty free. Custa $8 com frete incluso no Ebay.

Dica: ultimamente surgiram pesquisas dizendo que lavar o rosto mais de uma vez por dia faz mal, mas não explicam que isso se aplica à lavar assim que acorda e que o banho não conta, ou seja, já são duas vezes. Também não dizem que só se aplica a uma pele que não usa maquiagem, cosméticos ou se suja com suor ou poluição, então, é aconselhável lavar ao acordar, após horas usando cosméticos ou para limpar as impurezas de um dia todo na rua.


     Meus lábios são a parte mais problemática do meu rosto. Alguns dias sem hidratante são suficientes para que rachem de tão secos, mesmo em pleno verão. Por conta disso, preciso usar emolientes todos os dias. Tenho sérios problemas com batons, que quase sempre causam irritações e alergias severas e só posso usar pigmentos que não são absorvidos pela pele, como é o caso dos batons líquidos matte, que vieram para me salvar.

-Vult Protetor Labial Cacau e Karitê: já testei muitos hidratantes labiais nacionais e internacionais e esse é de longe o melhor e mais barato. Notei que a maioria deles não eram totalmente absorvidos pela pele, então, não hidratavam profundamente, apenas superficialmente, continuando secos por dentro e grudentos por fora. Este é muito bem absorvido e não meleca. Na parte superior da imagem, minha boca sem aplicação de nada por 5 dias, ressecados, escamando e já iniciando a formar dobrinhas que rachariam em breve. Na parte inferior, lábios hidratados e restaurados em apenas 2 dias de uso. É cruelty free. Custa R$2 em farmácias ou perfumarias nacionais.

Dica: lave os lábios com sabonete para tirar resíduos de gordura e saliva e não seque, deixe a água ser absorvida naturalmente antes de aplicar.


     Acima da estética, se proteger do sol é uma questão de saúde e é bom ter ao menos um facial e um corporal. Eles costumam me incomodar muito, seja por ficarem pegajosos e desconfortáveis ou por irritarem meus olhos, então, confesso que não testei muitos, mas ter tido sucesso só com este entre 10 nacionais e internacionais deve significar algo.

-Flores e Vegetais Protetor Solar Facial 30FPS: não me causou qualquer tipo de sensibilidade e tem um potente efeito matte sem causar ressecamento. Ao ampliar a imagem, é possível notar um ressecamento na região dos olhos que desaparece ao aplicar o protetor. É muito leve e confortável e ainda ''esbranquiça'' (aquele efeito comum de protetores brancos) na medida certa, bem pouco, servindo como blur na minha pele. Também funciona como primer. É vegano e cruelty free. Custa R$30 em farmácias e perfumarias nacionais (é vendido somente em um kit de protetor facial + corporal, que também é muito bom).


     Hidratar a pele nem sempre é questão estética. Se feita corretamente, evita acne, queimaduras, sensibilidade, ressecamento e infecções, além de manter o conforto de peles oleosas ou secas demais. Independente do tipo de pele (eu já tive pele mista), meu critério para ver que é um bom hidratante é ele se dissolver completamente em água. Apenas aplico nas mãos ou no rosto e lavo com água. Se sair tudo sem precisar de sabonete, sei que será bem absorvido (tenho poros bem fechados e substâncias grossas ou oleosas não são absorvidas).

-Mizon Snail Recovery Gel Cream: apesar de eu variar muito os hidratantes que uso durante o ano, este é o que eu mais aproveitaria o ano todo e em qualquer situação se tivesse que escolher só um. É um gel leve e fácil de espalhar que se adapta de acordo com a quantidade aplicada, dando conta de não ficar melequento no calor e podendo ser usado em grande quantidade para hidratar bem no frio. Também pode ser passado em tono dos olhos sem causar irritação. Uso ele principalmente no frio, por baixo da maquiagem, como primer. É cruelty free. Custa $5 com frete incluso no Ebay.

Dica: nunca aplique hidratantes sem antes lavar pele. Mesmo que tenha a intenção de passar o mesmo produto, não permaneça com ele por mais de 6 horas, pois ele oxida, absorve sujeira e poluição do ambiente e acumula suor e gordura nesse meio tempo.


     Por último, entre hábitos manjados sugeridos por qualquer médico, como ter boa alimentação e se exercitar regularmente, tem dois que eu vi sem querer num tutorial aleatório e comprovei: manter a higiene das roupas de cama e dos cabelos contribui diretamente para os cuidados com a pele do rosto, já que ela é sensível à ácaros, poeira, sujeira no geral e oleosidade e química de produtos de cabelo.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Receita


          A minha estação favorita está chegando e eu estou empolgadíssima para voltar a fazer pratos quentes sem derreter. Como o clima aqui está meio louco, fiz um prato frio, um quente e uma sobremesa com desculpa de data comemorativa.


Torta Gelada de Maionese

          Chamam de torta, mas, para mim, é um sanduíche lindo tamanho família. Eu adoro maionese e sanduíches, então, acho essa receita perfeita.


-1 pote grande de maionese
-8 fatias de pão de forma
-200g de parmesão ralado
-1/2 xícara de ervilha congelada (tem um ótimo sabor, totalmente diferente da em conserva)
-1 pote pequeno de azeitona verde sem caroço
-1/2 xícara de milho enlatado no vapor (também mais saboroso e macio do que em conserva)
-1 xícara de salsinha
-1/2 cenoura
-sal a gosto


     Pique apenas as folhas da salsinha.
     Rale a cenoura com casca (é mais nutritivo e evita desperdício).
     Descongele a ervilha com água para não ressecar, seja no fogão ou no microondas, e resfrie.
     Misture a salsinha e o sal na maionese.
     Misture duas colheres de sopa de maionese temperada com a cenoura, o milho e a ervilha.
     Em uma forma com abas altas, monte as camadas de pães com casca (prefiro manter a casca para não desperdiçar).
     Use o restante da maionese temperada para cobrir tudo, dando atenção às laterais para que os ingredientes das bordas não saiam do lugar.
     Cubra as laterais com o parmesão e o topo com as azeitonas (não gosto do sabor da azeitona misturada com outros ingredientes).



Pãezinhos Recheados com 3 Queijos

          Vi essa receita num desses vídeos curtinhos do face e decidi testar, já que parecia tão fácil. E realmente é. Fiz tudo em 30 minutos e fica bem gostoso. É uma ótima receita para aquelas horas de relaxar assistindo alguma coisa.


-pãezinhos médios em quantidade suficiente para preencher uma forma grande (prefira pães de casca macia, caso contrário, podem ficar muito duros)
-2 xícaras de catupiri (escolha o mais mole que encontrar)
-200g de mussarela ralada
-200g de parmesão ralado
-1 xícara de salsinha
-2 colheres de sopa de cebolinha
-1 colher de sopa de pimenta do reino
-sal a gosto


     Preaqueça o forno a uma temperatura alta (meu forno não tem medidas, só sei que é alto). O processo de preparação leva menos de 10 minutos, que é suficiente para o forno aquecer.
     Pique a cebolinha.
     Pique ou rasgue apenas as folhas da salsinha em pedaços grandes.
     Misture a cebolinha, a salsinha, o catupiri, a mussarela, a pimenta do reino e o sal.
     Corte o centro dos pães, recheie 2/3 com a mistura e cubra o restante com o parmesão.
     Monte tudo na forma sem deixar o queijo cair. Não é preciso untar.
     Coloque para assar em temperatura alta por 10 à 15 minutos até gratinar ou o pão começar a virar torrada (retire antes).



Ovo de Colher

          O clichê temático de data comemorativa ajuda muito a ter ideias.
          Eu não gosto do ovo de colher tradicional porque não dá para pegar a casca dura de chocolate junto com o recheio na colher e é preciso comer tudo separado, por isso, esta receita é diferente, com uma ganache macia no lugar da casca dura e uma forma de plástico servindo de suporte.
          Assim como adaptei o recheio de leite condensado com esses ingredientes, o mesmo pode ser feito com vários outros com a mesma base.


Chocolate Meio Amargo com Leite Condensado e Morango

          Eu adoro essa pasta de leite condensado por ser versátil. É a base para aquele brigadeiro de última hora, que também pode virar beijinho ao substituir por coco, e muitas outras opções dependendo da combinação. Costumo fazer pura para comer com frutas e morango é uma das minhas favoritas para ela. Também fica ótima com banana ou maçã caramelada e canela, como comprovei com alegria em tortas de Florianópolis.


-1 caixinha de morangos (não podem estar moles)
-1 caixinha de leite condensado
-3 colheres de sopa de creme de leite
-1/2 barra de chocolate meio amargo
-1/2 barra de chocolate ao leite
-1/2 colher de café de sal
-1 fôrma de 500ml comum
-1 caixa presenteável opcional


     Quebre o chocolate em quadradinhos, acrescente o creme de leite e derreta em fogo baixo até ficar homogêneo (pode ser em banho maria ou no microondas, como preferir). Deixe na geladeira para resfriar até começar a endurecer. Separe duas colheres fora da geladeira para enfeitar.
     Com o suporte de uma vasilha, espalhe o chocolate na fôrma de plástico. Se ele não estiver grudando, é porque precisa estar mais frio. Retorne para a geladeira após o posicionamento.
     Misture o sal ao leite condensado e mexa sem parar em fogo baixo até poder pegar um montinho na colher sem escorrer. Cuidado para não deixar duro demais. Deixe na geladeira para resfriar até ficar em temperatura ambiente (não gelado).
     Separe os morangos mais bonitos para enfeitar e retire a casca do restante com as mãos, sem cortar a superfície do morango. Não corte ou use morangos com a casca cortada ou mole, pois começarão a soltar líquido em poucos minutos.
     Posicione os morangos do recheio no fundo da forma, cubra com a pasta e use a criatividade para enfeitar. Depois, recorte a lateral da forma e monte na caixa.


Chocolate Branco com Paçoca

          Fiz este para o Hudson. Ele ama paçoca!
          Como disse anteriormente, esta pasta pode ser feita em vários sabores. Acrescentei paçoca no processo, mas poderia ser qualquer outro ingrediente seco, como castanhas, matcha ou café (gosto muito de cappuccino). No caso de ingredientes úmidos como maracujá, limão, caldas ou pedaços de frutas, é preciso esperar esfriar para misturar.


-15 paçocas rolhas
-1 caixinha de leite condensado
-3 colheres de sopa de creme de leite
-1 barra de chocolate branco
-1/2 colher de café de sal
-1 fôrma de 500ml comum
-1 caixa presenteável opcional


     Quebre o chocolate em quadradinhos, acrescente o creme de leite e derreta em fogo baixo até ficar homogêneo (pode ser em banho maria ou no microondas, como preferir). Deixe na geladeira para resfriar até começar a endurecer. Separe duas colheres fora da geladeira para enfeitar.
     Com o suporte de uma vasilha, espalhe o chocolate na fôrma de plástico. Se ele não estiver grudando, é porque precisa estar mais frio. Retorne para a geladeira após o posicionamento.
     Misture o sal e 5 paçocas ao leite condensado e mexa sem parar em fogo baixo até poder pegar um montinho na colher sem escorrer. Cuidado para não deixar duro demais. Deixe na geladeira para resfriar até ficar em temperatura ambiente (não gelado).
     Posicione as poçocas do recheio no fundo da forma, cubra com a pasta de leite condensado e use a criatividade para enfeitar. Depois, recorte a lateral da forma e monte na caixa.