quarta-feira, 28 de novembro de 2018

(24/11/2018) Expo Tattoo Atibaia


          O tempo estava virando a cada dia nessa semana. Frio, calor, chuva, sol, calor e frio no mesmo dia, chuva e sol de uma hora pra outra... Eu tinha planejado ir dee pirigótica porque sexta fez bastante calor, mas o sábado amanheceu com chuva e fazendo frio. Troquei por um outfit que tinha montado pro halloween e não pude usar, mas bem quando saí de casa e estava a caminho do evento, abriu sol, ficou super calor e eu nem pude aproveitar o evento porque estava passando mal.
          Eu estava empolgada porque queria me informar mais, assistir os processos, conhecer mais artistas, mas mal consegui tirar fotos além da chegada e da saída (fiquei pouco), quando chamaram os competidores de estilo oriental para a avaliação do concurso. Era especificamente o que eu queria acompanhar, mas só pude ver os trabalhos prontos (gostei muito dos dois primeiros).
          Fiquei decepcionada com o tamanho do espaço. Achei que reservariam uma parte grande, como no Encontro Regional de Artesanato, mas foi num barracão pequeno, fechado e com má circulação. Também não teve foodtrucks como foi anunciado, só três ou quatro barraquinhas de comida bem simples (gostei do meu lanchinho de berinjela empanada com molho de queijos, mas era tão pequenininho x.x).
          A única coisa que gostei foi ver muitas crianças por lá. A cena que mais me chamou a atenção foi ver uma mulher sendo tatuada deitada numa maca com a filha dormindo deitada em cima dela na maior serenidade. Acredito que apresentar esse tipo de cultura para as crianças ajuda a formar futuras gerações descontruídas não só especificamente com tatuagem, mas também com o visual alternativo, já que tinha pessoas hipertatuadas, com piercings enormes e modificações corporais gritantes.







Parque Municipal Edmundo Zanoni - Atibaia / SP




Lentes Color Vision Cinza
It's Skin Babyface BB Cream Silky
Vult Quinteto de Sombras Matte Lovely Nude Cappuccino e Café
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Dailus Pró Batom Líquido Mascavo

Chapéu - Off Brand / Customizado
Camisa - Innocent World
Saia - Body Line
Bolsa - Innocent World
Meia - Lupo
Bota - Lily's Closet
Acessórios - Off Brand / Self-Made

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Clafoutis Falsa de Framboesa


          Na verdade, esse é um "doce qualquer que tinha que fazer pra aproveitar as framboesas que ganhei". Usei a minha receita básica de creme de baunilha que uso em tortas, mas em vez de pré preparar numa panela e depois colocar na fôrma, só coloquei direto no forno com as frutas.
          Ao buscar desesperadamente por algum nome possível, descobri que uma sobremesa francesa bem parecida se chama Clafoulis. Tem o mesmo processo, só usa ingredientes um pouco diferentes, mas o resultado é quase igual.
          Inclusive depois de experimentar o resultado, tinha mesmo pensado que faltava um pouco de farinha, assim como na receita original, para formar uma casquinha melhor em volta. Isso poderia ter feito a aparência ficar melhorzinha também. Vou passar a receita já adaptada.
          Simplesmente adorei esse doce, pois além de levar só 5 minutos para preparar, pode ser adaptado com qualquer fruta que lide bem com 40 minutos de forno.


-500g de framboesa (ou outra fruta)
-3 colheres de sopa cheias de manteiga
-2 colheres de sopa cheias de amido de milho
-2 colheres de sopa cheias de farinha de trigo branca
-1 pitada de sal
-2 gemas
-1/2 colher de chá de baunilha
-1 caixinha (400ml) de leite condensado
-1 caixinha (200ml) de creme de leite
-1 copo (250ml) de leite integral

     Lave as framboesas e seque bem. É importante que não tenha resíduos de líquido em qualquer que seja a fruta que use.
     Unte a fôrma com a manteiga e coloque no congelador para que esteja bem dura e não se espalhe quando a mistura for despejada.
     Preaqueça o forno em fogo alto enquanto for preparar a mistura. É rapidinho e leva o tempo de preaquecimento.
     Misture o amido de milho, a farinha de trigo e o sal.
     Adicione as gemas e a baunilha e misture até ficar uniforme. Siga fazendo o mesmo (separadamente) com o creme de leite, o leite condensado e o leite.
     Despeje a mistura na fôrma, espalhe as frutas e coloque para assar.
     Deixe em fogo alto por 20 minutos e por mais 15-20 minutos em fogo baixo até começar a dourar e formar casquinha.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

(17/11/2018) O Último Chá


          Soube na quinta-feira à noite que a minha casa de chá favorita fecharia no domingo.
          Fiquei chateada por não ter conseguido ir nos últimos anos, nem ter apresentado pro Bira (vivia comentando que queria levá-lo, mas não o fiz). Me senti uma fã desnaturada, mas não adiantaria me lamentar e não fazer absolutamente nada, então, me organizei pra ir e chamei um monte de amigos pra despedida.
          O convite de última hora ao estilo "passa lá em casa" foi bem funcional. Apareceu mais gente do que quando marco meeting formal com antecedência (mais gente do que consegui resgistrar na primeira foto). O melhor foi quando criei o evento no face com o nome do título na maior ingenuidade e literalidade japonesa e as pessoas começaram a se desesperar achando que eu estava me despedindo delas, que eu ia morrer, me mudar, largar lolita... (rachei de rir, mas com consideração XD)
          E o dia foi ótimo! Acordei bem disposta, consegui dar atenção pra todo o mundo, comi uma quiche deliciosa (gorgonzola, abóbora e marmelo, melhor quiche ever!) e ganhei 3 chás do marido lindo (Gueixas, meu favorito, Dama de Shanghai, que entrou para os favoritos, e Aves do Paraíso).
          Cada vez que chegava algum convidado, eu corria pra apresentar os chás e dar reviews detalhados dos que já experimentei. Meus amigos disseram que a empolgação era tão contagiante, que eu deveria cobrar comissão por ter vendido tantos chás naquela tarde.
          Conheci meu novo sonho de consumo ali, no topo daquela pilha de livros de chás: o "Vintage Tea Part The Book" da Angel Adoree, que me fez querer todos os seus livros quando googlei. Ele tem várias receitas e coisinhas pra fazer em um chá vintage, de avental à penteados. Com muitas fotos coloridas e desenhos em forma de manuscrito.
          É mesmo uma pena que um lugar tão bonito, com comida tão gostosa e com chás tão bons teve que fechar, mas os últimos dois anos não foram fáceis pra ninguém. Eles se despediram no face com texto lindo sobre diversidade e amor, o que me fez ficar muito feliz e orgulhosa da tietagem.
          No fim do dia ainda demos uma passada na perfumaria ao lado pra sentir uns cheirinhos e testei exfoliantes super hidratantes maravilhosos. Infelizmente, a franquia não tinha mais as colônias que eu queria (capim-limão, alecrim, ervas...), mas disseram que logo abririam em outro ponto e reporiam.









Bistrô Ó-Chá / Avatim - São Paulo / SP




Lentes Natural Colors Ocre
It's Skin Babyface BB Cream Silky
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Dailus Pró Batom Líquido Colan Marsalla

Chapéu - Off Brand
Peruca - Off Brand
Vestido - Le Carrousel
Cinto - Off Brand
Bolsa - Off Brand
Meia - Off Brand
Sapato - Mississipi
Acessórios - Off Brand / Self-Made

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

(16/11/2018) 5º Encontro Regional de Artes e Artesanato


          O Bira está fechando o outro braço e ficaria no tatuador o dia inteiro, então, pra não ficar sem fazer nada no feriado, marquei com o Renato de ir no parque e tomar um café.
          Eu fui nessa feira há alguns anos e esperava que tivesse crescido, mas, infelizmente, diminuiu pela metade e estava muito fraquinha. Não tinha quase nada pra comer. Só peguei um caldo de cana (adoro caldo de cana!) e uma tapioca (que estava meh).
          Era pra gente ver algum café por aqui mesmo, mas o Renato quis conhecer o estúdio onde o Bira foi, então, fomos pra Bragança encontrar com ele.
          Ele está tatuando A Alice Steampunk, o Cheshire e um dos castelos flutuantes do Hatter's Domain, todos do jogo Alice Madness Returns. A sessão passada foi da Alice e essa foi do gato. Está ficando muito foda!
          Passamos lá pra dar um "oi" e fomos para um bistrô que vi no face com várias taças pornográficas. Pra minha alegria, as taças eram mesmo bonitonas e muito gostosas. Quero pra expeerimentar as outras sobremesas e as pizzas de frigideira, que me deixaram curiosa.
          Era pra sessão do Bira terminar às 20:00, mas atrasou bastante. Era pra ser só um cafézinho, mas o Renato ficou de baby sitter até às 22:30 comigo na frente do estúdio.
          Como já estava tarde mesmo, fomos todos jantar por lá, e o Bira pôde se esbaldar num rodízio de sushi (pizza e a maioria das gastronomias populares ficam restritas quando tatua por ter gordura, alérginos ou açúcar, que são inflamatórios). Ver a mesa cheia de sushi me deu uma saudade! Era uma das minhas comidas favoritas.
          Eu estava meio distraída nesse dia e esqueci de fotografar as pessoas e o jantar.









Parque Municipal Edmundo Zanoni - Atibaia / SP
Félix Tattoo Studio / In House Nistrô - Bragança Paulista / SP

Lentes Natural Colors Ocre
It's Skin Babyface BB Cream Silky
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Bepantriz Pomada

Boina - Off Brand
Blusa - Renner
Harness - Self-Made
Saia - Off Brand / Customizada
Bolsa - Eurobag
Sapato - Florentina
Acessórios - Off Brand