sexta-feira, 21 de março de 2014

Saúde


          Quem acompanha o blog desde o início ou releu postagens passadas e se ateve a alguns detalhes da minha rotina, sabe ou desconfia que eu tenho algum problema de saúde. No início, minhas postagens eram muito mais frequentes e apresentavam fotos na faculdade ou logo após ter saído da aula, mas depois de algum tempo, essa frequência caiu, as postagens passaram a ser cada vez mais em outros lugares e eu comecei a relatar que passava mal de vez em quando. Mais tarde, cheguei a trancar semestres e perder eventos, muitas vezes ficando mais de uma semana sem sair de casa, por conta da saúde que piorou.
           Por muito tempo acreditei que era um caso de baixa imunidade, pois todos os médicos diziam que eu estava saudável. Segundo os exames, eu estava ótima, o que os levavam a acreditar que o meu problema era psicológico. Eu nunca acreditei que era psicológico. Eu estava feliz, querendo voltar a estudar, sair, me exercitar e sabia que havia algo muito errado com o meu corpo, por mais que os exames não mostrassem.
          Até que no ano passado, assistindo a um dos programas médicos da Discovery Home & Health, vi uma pessoa com os sintomas idênticos aos meus. E foi assim, sem querer, depois de já começar a cogitar que deveria mesmo ser psicológico, que descobri que tenho Encefalomielite Miálgica, ou Síndrome de Fadiga Crônica, que em resumo é um conjunto de sintomas físicos e neurológicos, tendo dores fortes no corpo e cansaço constante que não cessam com remédios ou descanso como os principais. Ela não é contagiosa, não tem causa, não pode ser detectada por exames laboratoriais, não tem tratamento ou medicação e não tem cura.
          Eu era uma pessoa extremamente ativa. Adorava estudar, trabalhar, praticar esportes, sair na sexta e voltar apenas no final do domingo, dormia pouco mais de cinco horas por noite e ainda me sentia cheia de energia todos os dias. Eu havia acabado de finalizar um curso técnico de Administração e estava radiante por ter me mudado para Florianópolis para cursar Letras Francês. O primeiro semestre foi como qualquer outro na minha vida, mas após o segundo, comecei a notar que estava ficando mais cansada do que o normal e que comecei a sentir dores fortes no corpo. Inicialmente achei que era apenas estresse, já que sempre fui de me esforçar demais em tudo o que fazia e estava matriculada em mais aulas extracurriculares do que parecia ser saudável. Depois, passei a achar que era por conta da academia, pois talvez malhar depois de um dia todo de estudo poderia estar me sobrecarregando. Mas com o tempo, nem cortando metade das aulas e deixando a academia, os sintomas passaram, na verdade, pioraram. Pioraram a ponto de eu não conseguir terminar o meu curso por questão presencial.
          Nesta mesma época eu conheci o Hudson e iniciamos um relacionamento. Ele já me conheceu assim, debilitada, e nunca desistiu de ficar comigo por isso, nunca reclamou de nada, e mudou o próprio estilo de vida para se adaptar ao meu, que nas piores fases, me obrigava a ficar de cama por dias, precisando de ajuda e vigilância constante. Devo minha eterna gratidão a tanto amor, determinação e devoção.
          Neste meio tempo comecei a usar lolita e a escrever este blog. Nunca citei algo profundo ou explicativo sobre a minha saúde por inicialmente não saber o que era e posteriormente por não achar que era relevante em relação à proposta do blog.
          Quem também acompanhou as últimas postagens antes de eu me mudar para Atibaia, notou que eu estava pior do que o normal. Foi o pior semestre desde que contraí a doença! Até então, eu ainda não havia sentido todos os sintomas que ela causa, mas passei a sentir quase todos ao mesmo tempo e em níveis altos. O que mais me assustava era a depressão, pois nunca tive, não sabia como é (ainda não sei), e tinha orgulho de ter passado por tantas crises sem me abalar. Eu sentia que não deveria levar muito tempo para surgir.
          Após o desgaste dos sucessivos encontros de despedida, tive que dar entrada no hospital pela primeira vez. Ao voltar para casa, chorei pela primeira vez. Estava com raiva por ter algo que contrariava todos os hábitos saudáveis que eu me empenhava em ter, que eu não tinha culpa em contrair, e sentia medo de tudo ficar ainda pior, de ficar totalmente debilitada tão jovem e de morrer cedo. No segundo dia, tive outra crise de choro em pensar que eu nunca mais melhoraria, lembrando de todas as coisas que eu fazia antes, de como a minha vida era diferente e de como até meu humor era diferente. E quando cheguei neste ponto, decidi que eu até poderia ter um corpo fraco, mas não deveria permitir que a minha mente também enfraquecesse. Ser animada e feliz com cada detalhe da vida sempre foi o meu ponto forte e eu não poderia perder isso.
          Me concentrando em descansar e ocupar a cabeça com as coisas boas que ainda tinha, fiz a mudança, me estabeleci na nova casa, matei a saudade da família e dos amigos daqui e fiz vários planos. Em algumas semanas, meu corpo se estabilizou e eu voltei à minha rotina normal. O foco em melhorar e os paparicos da família foram essenciais para a minha recuperação.
          Decidi postar sobre o meu caso neste momento porque apesar de parecer algo horrível e triste, eu estou em uma fase ótima! Desde sempre me ative apenas às coisas boas, mesmo em meio à situações ruins, e não seria diferente agora.
          Em fevereiro comecei a sentir que eu estava ficando melhor do que de costume, e logo ficou claro que eu estava melhorando exponencialmente. Percebi que estava em uma fase de quase inatividade dos sintomas, o que acontece em alguns casos e dura por tempo indeterminado. Após anos sem saber o que era apenas acordar e não sentir nada, passei a ter dias em que só acordava com fome, ou sede, ou vontade de sair, como deveria ser.
          Esta postagem foi feita para comemorar os feitos bobos e fúteis da semana passada, que foi sair de casa terça-quarta-sábado-domingo e terça-feira desta semana seguidos e ainda continuar normalmente com os afazeres domésticos e com as aulas de hidroginástica. Há muitos anos eu não saio de casa mais do que dois dias por semana e com longos dias de repouso entre eles, ou faço uma faxina pesada, ou mesmo qualquer tipo de exercício físico.
          Sei que a rotina da maioria das pessoas normais e saudáveis é bem mais puxada do que a minha e que eu pareço uma pessoa mimada por comemorar esse tipo de coisa, mas é o que eu ainda tenho e estou muito feliz por isso. Ainda não é a minha vida nem a minha saúde de antes, mas já está ótimo para mim.
          Não sei por quanto tempo vou me manter assim, se essa boa fase vai durar algumas semanas, meses, ou, se tiver sorte, anos. Pretendo me cuidar para que dure o máximo possível e aproveitar cada segundo.
          Agradeço aos que tiveram interesse em paciência de ler todo o texto. Eu geralmente não escrevo nada muito profundo ou longo por ser muito introspectiva, então espero que não seja informação demais.

64 comentários:

  1. Muito bom saber que vc está melhorando,fico muito feliz por vc.
    Realmente manter o foco na busca pela melhora,não se deixar levar,não se dar por vencida,ajuda muito.
    Desejo que vc melhore a cada dia mais,que dure muitos anos essa fase,e que v continue nos agraciando com sua beleza e elegância.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Gi! Vou continuar me esforçando <3

      Excluir
  2. Oh menina linda,fico feliz por você está melhora,não se acanhe de comemorar as suas conquistas,pois o importante é comemorar o que faz sentido para você.
    Seja feliz ^^

    ResponderExcluir
  3. É o que eu sempre digo: mentalidade positiva pode fazer toda a diferença do mundo! Fico comtente que esteja melhor Karine!
    ;)

    ResponderExcluir
  4. Karine, leio seu blog há um tempinho, embora a maioria das vezes ficasse com vergonha (besta) de comentar, pq não parecemos ter muito em comum.
    E me preocupava com sua saúde, e confesso que já pensei nesse diagnóstico (não sou médica, mas aprendi um pouco sobre- sou fisioterapeuta). Nunca falei nada pq, como vc deve saber, é de difícil diagnóstico e considerada rara (acho que nem é tanto, apenas subdiagnosticada mesmo).
    Algumas pessoas podem te achar frágil, mas a verdade é que vc é extramente forte! É quando o corpo parece fazer uma cilada contra nós que mostramos mais nosso valor. E esses "pequenos" feitos na verdade são grandes vitórias. Vc é inspiradora!
    É difícil, eu sei, mas não desista de lutar. E seus verdadeiros amigos e amor estarão sempre ao seu lado. O exercício físico em intensidade adequada só te fará bem, é claro que observando o período de repouso. Hidro é uma ótima escolha.

    Comentário grande, mas precisava escrever isso.

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por comentar e pelo carinho <3

      Quando vi o programa, até vi um brilho a mais na TV, me mostrando o que eu estava buscando há anos.

      Eu devo tudo às pessoas à minha volta, desde o Hudson e a minha família, que sempre me apoiaram, quanto aos meus amigos, mesmo os distantes, que nunca se cansaram das minhas indisposições e perdoaram os bolos XD

      Estou adorando a hidro, é realmente ótima!

      Para você também :333

      Excluir
  5. Tenho uma pessoa próxima com essa mesma doença, o importante é estar rodeado de pessoas queridas e a família é muito importante! A hidroginástica ajuda muito, já experimentou tomar algo natural? tipo Ômega3 ou maca peruana iria te ajudar bastante na disposição. Continue se esforçando e sendo a inspiração de tantas lolitas, vc é uma pessoa realmente admirável! kissus <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tomo vitamina E e A, mais por questão cosmética, pois não estava faltando. Já comentaram sobre ômega 3 e eu estava mesmo pensando em testar. Vou me consultar antes para ter certeza. Obrigada pela dica!

      Muito obrigada :333

      Excluir
  6. Só tenho isso <3 a dizer depois da sua força de vontade e dedicação em continuar em frente.

    ResponderExcluir
  7. Hi, I just wanted to say that your story touched me so much. I'm new in Lolita; and if I admired you before, now I admire you twice. I also suffer a health problem (however milder than your) and I know how it feels to live with the uncertainty of knowing when things are going to get bad. Sometimes I feel sad for not knowing how much time I can keep up with Lolita because of my condition, 'cause it makes me happy. However,reading your story makes me feel hopeful. I'd rather be anonymous, but I want to send you my sincere best wishes and a big hug.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou responder em português porque sou boba e tenho vergonha/medo do meu inglês não ser perfeito :3

      Eu cheguei a pensar entre lolita e minha vida, mas cheguei à conclusão de que se abandonasse algo que me faz tão feliz, só contribuiria para piorar o meu estado, e que valia mais a pena me esforçar um pouco para continuar com a moda.

      Agradeço muito por comentar, mesmo que em anônimo. Desejo muita força, sorte e tudo de bom para você <3

      Excluir
  8. Karine, sempre me batia uma pontinha de preocupação quando lia em seus posts comentários sobre sua saúde. Como não sou super íntima, nunca teria coragem de te perguntar. Lendo suas palavras, fiquei emocionada e espero de coração que você sempre tenha forças para lutar e que viva um vida cheia de felicidade, criando bons momentos com pessoas tão amáveis como você! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela empatia, querida <3 Eu desejo o mesmo para você :333

      Excluir
  9. karine, mesmo que isso não entre no tema principal do seu blog, eu acho importante compartilhar esse tipo de coisa, porque assim como o programa da discovery foi pra você, um post assim pode ajudar mais gente a reconhecer um problema em comum (ou de familiares). nesses casos em que a maioria dos médicos é completamente ignorante, faz pouco caso e não consegue traduzir os sinais que o corpo dá, dependendo só de exames e remédios, a pessoa pode ficar sem diagnóstico (e portanto sem tratamento). eu digo que se não fosse a internet, eu poderia estar muito doente hoje.

    minha aposta: eu não acredito que isso tenha aparecido de repente por acaso, por azar ou algo genético (visto a sua família). essa síndrome é também conhecida como immune dysfunction syndrome, ou seja, está sim envolvida com o sistema imunológico e portanto com o sistema digestivo/intestino. algo que você está ingerindo pode estar causando uma inflamação, e por fazer isso há muito tempo, resultou na doença. mas de qualquer forma, tem alguma coisa não identificada impedindo do seu corpo funcionar normalmente, e, se o seu sistema imunológico estiver mais forte, você também vai se sentir.

    acredito que já tinha te dito antes, mas você conquista muito mais coisas que várias que não enfrentam essa condição, é muito admirável. <3 continue sendo essa pessoa maravilhosa e positiva. <3 boa sorte e fique bem, estamos torcendo. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tinha pensado nisso! Isso é verdade. A gente nunca imagina onde vai descobrir coisas assim.

      Alguns médicos dizem que está e outros que não, mas eu também desconfio que esteja diretamente relacionado. Como é diagnosticado exclusivamente por acompanhamento de sintomas, eu guardo tudo o que faço, o que como e o que sinto para analisar quando preciso. Ainda não encontrei um padrão, mas essa fase pode indicar algo :3

      Muito obrigada, Rika! E tudo de bom para você também o/

      Excluir
  10. Maravilhoso saber que vc esta melhor! Espero que vc consiga se livrar dessa doença chata e volte a fazer tudo que vc gosta com muita disposição e saúde! O mais importante vc ja tem: pensamento positivo e boa vontade, a maioria das pessoas afundaria se sentindo assim, mas vc não se deixa abalar! Go Go Magical Karineee!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Kao <3

      Me arrancou boas risadas com a última frase XD

      Excluir
  11. Até chorei lendo T_T mas vou parar agora mesmo já que é uma pessoa tão forte e grata por tudo de bom que tem.
    Karine... muitas pessoas se curam de doenças incuráveis simplesmente por acreditarem nisso ^-^. Você é uma pessoa feliz apesar de tudo, e acredito que a chave é essa (pessoas tristes ficam com imunidade baixa). Vença um dia de cada vez e continue com a ideia maravilhosa de ver sempre o que fez de bom.
    Já te admirava antes (sou tímida e desculpe por não aparecer mais) e agora não tenho dúvidas de que é uma pessoa maravilhosa por dentro e por fora.
    Desejo melhoras de todo o coração <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não chore. É uma postagem feliz \o/

      Muito obrigada mesmo, pela força, pela consideração, tudo <3

      Excluir
  12. Eu já te admirava pq vc é gata, poder, sedução, mas agora... Gata, vc é d+! Comemore esses peq feitos sempre! Não parece, mas mesmo depois dessa golpe vc achou o que todos nós passamos a vida procurando: a verdadeira felicidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ow, Evy, sua linda! Obrigada, obrigada, obrigada <3

      Excluir
  13. Eu me sentia como você e acabei descobrindo que tinha fibromialgia, tenho dores, caibrãs, tonturas e vômitos até com água que eu bebo. Estive mal de saúde, sem forças pra nada, não queria ficar em casa e me culpava por não aproveitar a vida, mas quando saía me sentia muito mal e só queria voltar pra casa. Tomei de antidepressivo à estabilizador de humor e hoje estou me sentindo bem, não pelos remédios mas pelos meus amigos que sempre estiveram comigo e nunca me julgaram como uma garota fresca e sedentária que não gostava de nada. Que bom que vc está bem e que continue assim ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, lamento muito! Parece que a minha é uma prima mais amena da fibromialgia, então, imagino como deve ser terrível :(

      Parabéns por estar lidando com a sua doença e conseguindo estar bem. Parabéns também aos que estão a sua volta te ajudando <3

      Obrigada por compartilhar e força para você também o/

      Excluir
  14. Fico feliz em saber que você ta melhorando Karine, além do Lolita, agora considero você uma inspiração total KKKK
    Eu ainda nem tenho 18 anos e tenho uma saúde péssima, labirintite, renite, asma, e mais um monte de coisa, todo dia eu saio de casa sozinha com medo de me dar mais um ataque respiratório ou de até mesmo cair. E o melhor, não posso usar a bombinha pra asma, porque mexe com o meu cardíaco. Eu adorava fazer natação, e não posso mais, não faço mais academia por que não consigo, a única opção que me resta é voltar para o Ballet, mas não sei se vai dar certo também. Tenho problemas com a memória, e a maior parte das coisas que faço, esqueço em 5 minutos, mas nem sempre é assim. E neste exato momento, eu to aqui morrendo de medo de ta perdendo parde da minha audição. As vezes eu fico pensando no que mais me aguarda, se eu vou melhorar, ou se vai continuar nessa de ficar aparecendo mais e mais coisas. Meu sonho é cursar Astronomia, mas meu cérebro rejeita números, e isso é uma coisa que eu tento, tento e não da certo, chega a ser frustante, eu sempre choro com a cara nos livros por não estar conseguindo aprender.
    Mas depois de ler seu texto me deu mais força pra continuar nos tratamentos, mesmo que seja desgastante ir e vir dos médicos e tomar muitos remédios que deixam dopado, eu também quero disposição e uma boa memória pra fazer tudo o que gosto. Então vamos que vamos, eu to torcendo por você, não é uma coisa fácil, mas eu vi que você tem muita força de vontade, e com certeza vai sair dessa e ser muito mais feliz do que já é.

    Beijoos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cheguei a ter um pouco dos sintomas de ficar com o pensamento mais lento, mas foi na fase mais difícil. É horrível querer pensar em algo e sua cabeça parecer pesada e devagar. Eu descobri que estava com dificuldade em ler um livro em inglês que ganhei. Antigamente eu lia outras línguas sem problemas na faculdade, mas agora, depois de algumas páginas, esqueço boa parte do que já foi lido. Não sei qual é o processo, mas só acontece quando leio em outra língua :(

      Fico feliz por ter te dado força. Você também me deu, compartilhando o seu caso. Agradeço muito por dividir comigo <3

      Tudo de bom para você! Muita saúde, força e paz de espírito para continuar o/

      Excluir
  15. Que bom que você conseguiu identificar a doença e melhorar, Karine! Eu sempre fui um pouco preocupada com a sua saúde frágil mas nunca soube exatamente o que você tinha (tirando a parte respiratória hehehe), fico aliviada por saber que as coisas estão se encaminhando para o melhor. ^^ Eu tb já tive minhas crises por achar que nunca ia ter vida normal, achar q ia morrer logo e tudo o +, mas realmente mudar o jeito de ver as coisas faz toda a diferença.

    Eu, por exemplo, estou cortando meu remédio pro coração aos poucos (com acompanhamento médico, é claro xP), e se td der certo eu vou poder apenas tomá-lo em crises de arritmia e me aliviar vários sintomas de efeitos colaterais do remédio x3 Também aos poucos vou poder voltar a fazer exercícios físicos e só vou me preocupar com dias de temperaturas + extremas mesmo -^^-

    Muita saúde, disposição e grandes aventuras para você, pq sem XP não dá pra upar xD (A gente não tem culpa de ser lv alto e jogar o jogo da vida no modo hard huauahahuahuahuu xD)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela preocupação e pelo carinho, Tati <3 E lembro de você ter me contato sobre isso há anos e, lembrando disso, me ajudou a ter mais experiência para quando eu tive uma fase com crises de pânico.

      Boa sorte com o novo tratamento, Tati! Esto torcendo para que dê tudo certo \o/

      Ai, chorei de rir aqui! Bem isso! Vocês estão aqui na party me ajudando a ganhar ainda mais XP shudhfushdugh

      Excluir
  16. Penso que es unha persona moi forte, se eu fose tí non sería capaz de leva-lo tan ben. Alegrame que estés nunha boa temporada :)

    ResponderExcluir
  17. Melhoras Marine... E força.. Dias melhores sempre virão ^^

    ResponderExcluir
  18. Kari, que bom que agora sua fase está sendo boa!! Realmente comecei lendo o post e falando "aiii... meu Deus >.<".. depois eu vi que tudo passou e o final do post me deixou muito feliz!!

    Minha mãe tem fibromialgia. Eu não tenho, mas sei o quanto é sofrido pra ela, sentir dores constantes, ficar com a pele cheia de hematomas do nada, não ter forças pra nada. Eu tive uma depressão forte na adolescência, claro que não estou curada... mas hoje eu sei lidar melhor com isso.

    Eu fico muito feliz por ter uma família que te apoia, amigos queridos e um companheiro que é realmente um companheiro. Continue sendo essa mulher de garra que você é!!

    Tudo de bom pra vc!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pelo susto! Mas foi por uma boa causa, hehe. Eu sou positiva demais para escrever algo (só) triste :D

      Ai, Aninha, melhoras para vocês duas. Que bom que você está conseguindo lutar contra isso ^^

      Muito obrigada pela força! Para você também, linda <3

      Excluir
  19. Parabéns Isa!!! Melhoras minha querida. Saudades de vc e do Woody. E oh, tem tratamento para isso sim, apesar de só abrandar os sintomas nas fases mais atacadas. Qualquer coisa, fala comigo inbox no face. Amo mto vcs 2 =)

    ResponderExcluir
  20. Desde o começo do seu blog eu já te admirava. Pois ter um amor tão grande pela moda lolita e levar esse amor e dedicação a cada cantinho da vida era uma coisa mais do que admirável.
    E com o tempo, essa admiração só cresceu. Depois tive a oportunidade de te conhecer pessoalmente e ver o quão mais linda, dedicada e adorável você é.
    Quando eu soube de sua síndrome, achei um tanto quanto injusto. Você sempre foi esforçada e dedicada demais para ter que passar por isso, mas por você ser exatamente assim, eu acreditei que você iria melhorar. Só uma pessoa maravilhosa e com tanto amor pela vida é capaz de enfrentar todas as caras amarradas de médicos dizendo que você não tem nada e continuar na busca de um tratamento.
    Desejo pra ti tudo de melhor do mundo e que essa fase boa dure anos e anos, e mais anos, até que médicos responsáveis levem a sério sua limitação e te ajudem a vencer por vez essa fase!

    Melhoras Kari, sua linda <3 Estaremos sempre aqui, torcendo por você, pela sua saúde e pela sua felicidade <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Fay! Você é um doce :3 Eu nem culpo os médicos, sabe... Tem coisa que não tem como outra pessoa além de você saber e sentir e também não consigo achar que todos deveriam ser como o House, conhecendo e reconhecendo tudo na lata.

      Excluir
  21. Meus deus eu quase chorei aqui e abri um sorriso quando li que você está se sentindo melhor ;-; serio, meu olho ta meio lacrimejoso aqui >__< eu desejo tudo de bom na sua vida e que essa melhora continue para sempre ;-; serio, sei que não nos conhecemos a muito tempo, mas acompanho seu blog faz tempo e eu sempre desejo tudo de bom e melhor pras pessoas, principalmente se for pessoas que admiro <3 e agora que te conheço pessoalmente todos os meus votos para que sua vida sempre seja feliz se intensificaram *^* <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, só alegria \o/

      Muito obrigada mesmo! Tudo de bom para você também, sua linda <3

      Excluir
  22. Olá, não sou lolita, mas gosto de acompanhar os blogs sobre moda alternativa. Também não faz muito tempo que descobri o seu blog, mas me identifiquei bastante com você e lendo seus textos fiquei preocupada com sua saúde, tanto que procurei em diversos outros textos seus sobre alguma coisa sobre sua saúde. Parece que meu pensamento em querer saber o que você tinha que me agoniou por tanto tempo veio agora a calhar.
    Você ter consciência de que está numa "fase doente" de sua vida já é um bom começo. Muitas pessoas querem negar que estão doentes e acabam deixando o tempo e a vida passar sem resolver os problemas inciais que podem tendem a pior cada vez mais.
    É muito bom se abrir com alguém e exteriorizar seus sentimentos, sei que você escreve no blog, mas ter uma ajuda terapêutica seria muito interessante, procure um psicólogo, caso você ainda não faça terapia. Se é uma doença com parte psicológica, então seria necessário tratar da parte mental tanto quanto da parte física.
    Espero que você melhore cada dia mais, para poder continuar mostrando toda essa beleza que você tem por dentro e por fora. Estarei torcendo por você e mandando energias positivas.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre aceitei que tinha algo, o duro é não saber exatamente o que era. Agora que sei e que tenho direcionamento, é bem mais fácil de lidar. A síndrome não é psicológica, mas acaba causando depressão por consequência dos longos períodos de dor e cansaço. É o que quase ocorreu comigo, acho, mas saí ilesa e só ando melhorando. Meu psicológico se abalou bem pouco na prática, mais assustou e encheu o saco do que causou algo de verdade. Mas pretendo buscar um só para checar se está mesmo tudo certo :)

      Agradeço muito pela empatia e preocupação :333

      Excluir
  23. Karine, você disse que é uma síndrome. Essa doença entra naquela categoria de doenças "auto-imune"? (só por curiosidade mesmo).
    Quanto ao texto, achei ótimo você expor esse fato pessoal porque pode alertar várias pessoas que estão com os sintomas e não sabem o que é!
    Desejo que essa fase boa dure pra sempre hehe! E admiro o fato de não ficar se lamentando e ser positiva. Você é nova e tem muito ainda pra viver e curtir na vida. ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas literaturas dizem que tem influência, mas a maioria diz que é neurológica mesmo. É complicado quando não se tem tanto estudo em cima (ao menos com os médicos que consultei e na internet). Não posso esclarecer muito, porque também não tenho tanto conhecimento :(

      Muito obrigada! Ainda quero curtir muito \o/

      Excluir
  24. Não parece mimada, na verdade você tem sorte se for parar pra pensar que sabe valorizar as coisas simples, diferente de muita gente. E me identifico fico muito com sua boa energia em perseverar e tirar o melhor até das situações ruins, faz bem pra alma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Antes de ter qualquer coisa eu já adorava a minha vida. Gostava de fazer as coisas básicas de cada dia, como comer algo gostoso preparado com carinho, ir para o futsal que eu fazia, passear com o cachorro, me cuidar com cosméticos, ver pessoas queridas... Aquelas coisas que a gente faz todos os dias e muitos chegam a enjoar e não gostar. Sempre gostei de tudo como se fosse muita coisa, e senti bastante falta do que tive que parar de fazer. Hoje, voltar a fazer o máximo possível disso já é muito gratificante :3

      Excluir
  25. Querida Karine,
    Seu post me emocionou muito, me identifiquei com muitas coisas e chorei lendo (~meus conhecidos lendo isso e eu perdendo minha fama de durona~) eu percebia pelas postagens que você também tinha a saúde frágil mas nunca fui intrometida de perguntar exatamente a causa.

    Sei exatamente como é médico não conseguindo achar qual o problema, também sei como é eles não admitindo isso e dizendo que 'é psicológico' ou que 'tu tá somatizando. Sei exatamente como é sofrer com algo que 'não tem causa' (conhecida) e portanto, tratamento para cura. Sei como é ir perdendo as cadeiras da faculdade (perdi todas as presenciais do meu 3º semestre antes de desistir de vez de me formar).
    Senti tudo isso da raiva, de ter algo que não tinha contribuído em nada para contrair, a falta de perspectiva de melhora e o medo de piorar e depender dos outros sempre (acho que só nunca tive medo de morrer). ...E aquilo de ficar remoendo o estilo de vida antigo e sentir saudades. Eu ainda não tenho a mente tão forte quanto a sua e tenho auxílio psicológico pra lidar com essas coisas no momento....

    Eu só não sei como é ter alguém como o seu namorado heheheheheHEHEHEHEHEhehehehehe (o meu último - que nos fotografou no gakuen - me abandonou na minha primeira piora de saúde no 3º mês de relacionamento XD~). Eu me sinto muito feliz por você. E mais feliz ainda porque sei que um dia vou encontrar alguém que se importe comigo assim. E mais mais mais feliz ainda por saber que você está em uma fase melhor!

    Eu já cheguei a pensar em fazer um post desse gênero no meu blog explicando um pouco as coisas... Mas toda vez que eu chego na parte da história que tem a intervenção cirúrgica e as minhas internações hospitalares eu ainda me sinto muito mal com a perspectiva de que tudo continue se repetindo e é quase como se eu voltasse no tempo... =/

    Você se tornou minha inspiração em mais um (e ainda tinha mais um!) quesito <3
    Vamos comemorar nossos feitos "bobos e fúteis" de cada dia. Sempre! Nos dar conta de que sempre tem aquelas pessoas que estão com a gente para o que der e vier (mesmo que não sejam as mesmas que nós imaginássemos). E sermos sempre gratos à todas as coisas e pessoas que estão aqui para nos ajudar. Tudo é especial. <3 E isso é lindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a gente resume e lista parece que fica ainda pior, né? Por isso eu decidi fazer essa postagem bem agora, de uma forma animada. Achei que ficaria depressivo demais contar em uma fase ruim, mesmo que fosse só para constar, e ainda poderia parecer que eu estava super triste, remoendo coisas ou me fazendo de coitada XD

      Vai encontrar mesmo, quando menos esperar. Há milhares de pessoas no mundo e com certeza existe bem mais de uma pessoa perfeita para cada um ^^

      Assim que estiver melhor e preparada, prepare sua postagem com calma. Na hora certa, não se sentirá mal, só ganhará forças <3

      Desejo tudo de melhor para você, amada. Continue firme na sua luta o/

      Excluir
  26. Parabéns por ter coragem de compartilhar conosco sobre a sua saúde e que você fique bem, muito bem, pelo maior tempo possível :). #Torcendo o/

    ResponderExcluir
  27. Ahh Karine, sem querer puxar saco mas, você foi uma das pessoas que mais gostei de conhecer nestes anos mais recentes. Me pareceu uma pessoa tão educada, simpática, dedicada e que sempre quer deixar o seu dia-a-dia mais bonito...Por isso, eu lhe desejo tudo de melhor.

    Espero realmente que você consiga se curar e que consiga uma saúde menos frágil, e claro, que se mantenha firme e linda do jeito que você é.

    Eu não sou boa em palavras como você, mas se algo tiver ao meu alcance para te ajudar, qualquer coisa....Pode vir falar comigo. Um grande abraço :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela consideração e pelo carinho, Laís! Você também está na minha lista do amor <3

      Ps: Estou ansiosa para te ver

      Excluir
  28. Querida Kari,
    Sempre acompanhei seu blog e costumo fazer comentários esporadicamente.Lembro me que muitas vezes você dizia algo sobre
    sua frágil condição, mas nunca pensei ser algo tão complicado! Como já disse uma vez, você é minha inspiração, não só lolita como humana.Espero que sua doença permaneça assim, em estado de latência, por um bom tempo, afinal, há tantas pessoas que gostam de você!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  29. Já sigo o seu blog à já um bom tempo e tinha reparado que tinha uma saúde fraca mas não me passava pela cabeça que existisse tal doença. Deve ser muito chato mas acho que da maneira que você vê as coisas tão positivamente dá me mais vontade de vir aqui e apreciar os seus lindos outfits! Também quero ver a felicidade nas poucas coisas como você *~* Beijos~ !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre vê doenças como algo que ou é resfriado simples ou é daquelas bem conhecidas e sérias. Nunca imagina que pode ter coisinhas assim que agravam a qualidade de vida de várias formas, mesmo não sendo uma ''doença poderosa''.

      O segredo é aceitar a situação da melhor forma, não querendo abusar, mas sem perder a vontade de viver feliz :)

      Beijos :333

      Excluir
  30. Caramba. D: Eu sabia que você tava meia mal, mas nossa, nunca tinha escutado falar dessa doença, e caramba. Assim é bem complicado.
    Cara, eu espero realmente que você melhore, e que os sintomas não voltem tão cedo, de preferência que não voltem! kk
    Espero mesmo que você fique cada vez melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se depender da minha força de vontade, não volta nunca mais \o/ Muito obrigada, querida <3

      Excluir
  31. Karine!

    Só esse post agora! Queria ter lido antes para poder te parabenizar pelo feito! Sempre quero qe t fique cada dia melhor!
    E que bom que estás melhorando, e que possa melhorar cada vez mais!! :D

    ResponderExcluir
  32. Pessoas que tem a mente saudável sabem ser mais feliz e aproveitar melhor a parte boa da vida, parabéns.

    ResponderExcluir

* Seja educado e coerente.

* Não faça propagandas.

* Agradeço muito pela visita e pelo comentário <3