segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Meu Primeiro Jardim


          Sempre fiquei maravilhada ao ver jardins inglêses, principalmente os que apareciam nos filmes da Ghibli. Quando era pequena, queria ter um jardim de bruxa como o da mãe da Kiki, que tinha flores lindas, mas também tinha muitas ervas.
          Com o passar do tempo, a ideia se esvaiu, mas voltou quando parei de morar em apartamento. Quando me casei e vim para uma casa com tanto verde, o sonho voltou com tudo e se tornou meta.
          Apesar da casa ter 1000m só de jardim, ele é desnivelado, foi encoberto por grama por muito tempo, tornando difícil remover, o solo está pobre e, o principal, é inteirinho do cachorro. Resumindo, seria complicado e fora do meu orçamento pegar uma parte do jardim já existente, mandar limpar, nivelar e cercar para proteger do cachorro. Sem contar que, por ser inteiramente de terra, eu não poderia bancar a água necessária pra irrigar, e teria que regar duas vezes por dia por ter muita drenagem, diferente de vazos e canteiros, onde a quantidade de terra é controlada.
          Considerando isso, o ínico lugar já limpo, plano, próximo de uma torneira e que só precisaria de dois lados de cerca, fica ao lado da cozinha, o que eu achei ótimo, já que pretendia plantar espécies comestíveis.
          No início eu fiquei chateada pela impressão de ter um jardim e não poder usar, mas depois vi que era exatamente o que eu precisava e que não deveria ficar mal só porque não tinha outras opções, já que a única opção é perfeita. Então, comecei a reforma.
          Com a ajuda do Bira e de alguns amigos, peguei tábuas, tijolos e pisos de concreto para improvisar uma cerca para proteger as plantas do cachorro. O Sam é um border collie que adora marcar território nos vasos, puxar e comer as plantas, mas, felizmente, ele não gosta de pular obstáculos, mesmo que sejam baixos, e foi suficiente fazer uma cerca de meio metro. Ele ainda tenta comer o capim limão que fica nas laterais, mas já está entendendo que não pode.
          Depois de dois meses produzindo mudas, comprando vasos como se não houvesse amanhã e germinando sem querer sementes dos adubos no novo canteiro, é assim que ele está agora e estou muito orgulhosa. É uma vitória poder dedicar uma ou duas horas todos os dias em uma terapia com tanto retorno.




          A maioria das sementes eram de abóbora (kabocha, abóbora paulista e abobrinha, nessa ordem da esquerda pra direita). No cantinho da direita são pepinos. Também plantei melancia e melão nos espaços que sobraram e logo vão encobrir todo o canteiro.
          Fiquei muito surpresa com o quão rápido as abóboras crescem. Elas dominaram todo o chão perto da mesa e vou ter que podar pra poder transitar. As abobrinhas não cresceram muito em extensão, mas já deram flores e frutos.
          Descobri depois que a mistura que fiz no solo com muito húmus é ótimo pra elas. Vou continuar cultivando para ganhar mais experiência e mais pra frente, quando puder reformar e contruir canteiros fixos, planto em um outro lugar mais propício e com espaço só para elas.





          Eu adoro manjericão. A maior parte deles (em cima da mesa e no chão da segunda foto) são do tipo comum, os debaixo da mesa são italianos e tem alguns roxos espalhados. Também tenho um grande que plantei em um vaso de 20l para se tornar arbusto. esses de vasinhos são os que uso para cozinhar.
          Todos eles vieram de apenas uma muda. Inicialmente eu só tinha uma muda de cada tipo e fui produzindo mais. Atualmente, tenho quase 100 pezinhos. Contando agora pela primeira vez, noto que fiz mais do que tinha consciência.



          Outro favorito é o capim limão (esquerda), que tem um dos sabores e aromas que mais gosto (tanto que uso perfume com esse aroma). Também era uma mudinha só. Agora são 7. Por enquanto, é suficiente para os meus chás e sucos (experimentem suco de capim limão, limão e mel!).
          Recentemente descobri que adoro alho poró. Sou alérgica à cebola e alho, que me fazem lacrimejar mais do que o normal, espirrar e ficar com as mãos machucadas, então, apesar de adorar o sabor em pratos quentes, desisti de manusear e usar in natura pra cozinhar, o que é um crime. O alho poró tem um sabor parecido e entrou no lugar desses ingredientes. São vendidos barato com raiz em qualquer mercado daqui, aí, passei a replantar. Eles são muito fáceis de cultivar e super resistentes. Duram bem até mesmo em copos de água!


          O próximo passo é conseguir cultivar salsinha, também favorita. Eu matei todas que tive até hoje. Simplesmente não acerto. Já tive umas 10 mudas. Todas morreram de formas diferentes.
          Também quero fazer mudas de orégano e manjerona. Já comprei uma de cada para isso. Logo começa o milagre da multiplicação.
          Assim que conseguir mais copos descartáveis grandes (como os dos manjericões em cima da mesa) vou fazer mudas de alecrim e lavanda. Alecrim é a única erva que sobreviveu bem lá no jardim. É uma planta de deserto e bem resistente, então, adorou a terra seca e o sol escaldante do terreno. Esses da imagem têm um metro e meio! Lavanda é prima do alecrim. Um pouco menos resistente com excesso de água, mas também adora sol e solo seco. Quero fazer várias mudas e decorar o entorno da casa com elas.
          Pretendo usar todo o terreno de terra pra fazer um pomar. Já tenho um abacateiro adulto, jabuticabeira, 4 amoreiras e 3 limoeiros. O muro é o limite!


segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Atualização de Janeiro


Vestido Preto - Off Brand - VZ
Top Preto - Demillus - Demillus
Top Resinado Preto - Off Brand
Saia Preta - Riachuelo - Enjoei


Tiara Cinza - Off Brand - Real Show
Tiara Preta - Off Brand - Real Show
Tiara de Renda Preta - Off Brand - Aliexpress
Anéis Prateados - Off Brand - Godiva


Naturals Sabonete Líquido Energizante - Avon - Avon
Naturals Sabonete Em Barra Energizante - Avon - Avon
Naturals Hidratante Energizante - Avon - Avon
Trópico Máscara Para Cílios Define & Alonga - Ruby Rose - Godiva
Óleo Capilar e Corporal Argan - Farmax - Padron Perfumaria
Óleo Capilar e Corporal Babosa - Farmax - Padron Perfumaria
I Need You Alphabet Aloe Mask Sheet - Etude House - Ebay - Biz Inside


Bira - Bota Preta Mixage


Carol - Furikakes, Balas, Lencinhos e Chás


segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Torta Suflê de Abobrinha


          Não sei se essa receita tem um nome, então, nomeei como o que mais pareceu pra mim, pois a massa é mais densa, como a de torta, mas é misturada ao recheio e fica quase tão homogênea e leve quanto um suflê.
          Andei brincando com receitas como a da Clafoutis, que são feitas no forno em uma mistura simples que leva poucos minutos para preparar. São ótimas opções com resultado gourmet pra quem não tem tempo ou disposição para cozinhar.
          A lógica dessa receita se adapta bem à outros ingredientes e temperos. Já fiz de cenoura com manjericão e ficou muito boa também. Vou testar outras e posto quando der.


-3 abobrinhas grandes
-1/2 xícara de cebolinha
-1/2 xícara de salsinha
-1/2 colher de café de pimenta do reino
-1 colher de chá de caldo de legumes (acrescente sal a gosto caso o seu caldo não tenha sal)
-1 colher de café de açúcar
-4 ovos
-1 caixa de creme de leite (200g)
-1 xícara de manteiga derretida (não pode estar quente)
-1 xícara e 1/2 de farinha de trigo
-1 colher de chá de fermento químico

     Rale a abobrinha, pique a cebolinha e a salsinha e misture tudo com os temperos.
     Preaqueça o forno em fogo médio enquanto for preparar o resto. É rapidinho e leva o tempo de preaquecimento.
     Misture os ovos, depois, acrescente o creme de leite, depois, repita o processo com o restante dos ingredientes um de cada vez.
     Junte as duas misturas, misture até ficar homogêneo, coloque na fôrma e leve ao forno.
     Deixe em fogo médio para alto por cerca de 1 hora até começar a dourar.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

(02/12/2018) Dia a Dia


          Estava fazendo nada no domingo e minha mãe chamou pra ir no shopping. Eu adoro shopping, ne, mesmo não tendo um puto pra gastar, então, fui só pra passar vontade.
          Mas esquecemos que já estamos em período de natal e que shoppings estão cheios e infernais. Foi bem desagradável ficar desviando de gente o tempo todo e deu dor de cabeça com o volume do barulho. Preciso deixar essa nota mental ativa!
          No mais, vi fantasias carérrimas de Star Wars (R$10K!), encontrei bijus bonitas por R$10 e comi um cheesecake gostoso de queijo minas, bem salgadinho (o nome da franquia é ótimo XD)




Parque Dom Pedro Shopping - Campinas / SP



Lentes Color Vision Verde
Mizon 10 Vely Pure Toner
Etude House 99% Aloe Soothing Gel
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Bepantriz Pomada

Boina - Off Brand
Top - Off Brand
Calça - Off Brand
Mochila - Off Brand
Bota - Florentina
Acessórios - Off Brand / Self-Made

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Atualização de Dezembro


Saia - Riachuello - Enjoei
Chapéu - Off Brand - Enjoei
Bolsa - Off Brand - Enjoei
Bota - Florentina - Dafiti


Alargadores 4, 6, 8, 10mm - Off Brand - Godiva
Tiaras - Off Brand - Godiva
Anéis - Off Brand - Godiva
Bracelete - Off Brand - Camelô
Colar - Off Brand


Creme Multifuncional Com Proteína Hidrolisada - Yamasterol - Padron Perfumaria
Shampoo Anticaspa - Bioextratus - Padron Perfumaria
Black Raspberry Eye Cream For Face - Skinfood - Ebay - Wasobeauty


Bira - Chás Dama de Shanghai, Aves do Paraíso e Gueixas da Ó-Chá


Layla - Chá Preto Artesanal da Obaatian


Rosa - Pulseira


quarta-feira, 28 de novembro de 2018

(24/11/2018) Expo Tattoo Atibaia


          O tempo estava virando a cada dia nessa semana. Frio, calor, chuva, sol, calor e frio no mesmo dia, chuva e sol de uma hora pra outra... Eu tinha planejado ir dee pirigótica porque sexta fez bastante calor, mas o sábado amanheceu com chuva e fazendo frio. Troquei por um outfit que tinha montado pro halloween e não pude usar, mas bem quando saí de casa e estava a caminho do evento, abriu sol, ficou super calor e eu nem pude aproveitar o evento porque estava passando mal.
          Eu estava empolgada porque queria me informar mais, assistir os processos, conhecer mais artistas, mas mal consegui tirar fotos além da chegada e da saída (fiquei pouco), quando chamaram os competidores de estilo oriental para a avaliação do concurso. Era especificamente o que eu queria acompanhar, mas só pude ver os trabalhos prontos (gostei muito dos dois primeiros).
          Fiquei decepcionada com o tamanho do espaço. Achei que reservariam uma parte grande, como no Encontro Regional de Artesanato, mas foi num barracão pequeno, fechado e com má circulação. Também não teve foodtrucks como foi anunciado, só três ou quatro barraquinhas de comida bem simples (gostei do meu lanchinho de berinjela empanada com molho de queijos, mas era tão pequenininho x.x).
          A única coisa que gostei foi ver muitas crianças por lá. A cena que mais me chamou a atenção foi ver uma mulher sendo tatuada deitada numa maca com a filha dormindo deitada em cima dela na maior serenidade. Acredito que apresentar esse tipo de cultura para as crianças ajuda a formar futuras gerações descontruídas não só especificamente com tatuagem, mas também com o visual alternativo, já que tinha pessoas hipertatuadas, com piercings enormes e modificações corporais gritantes.







Parque Municipal Edmundo Zanoni - Atibaia / SP




Lentes Color Vision Cinza
It's Skin Babyface BB Cream Silky
Vult Quinteto de Sombras Matte Lovely Nude Cappuccino e Café
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Dailus Pró Batom Líquido Mascavo

Chapéu - Off Brand / Customizado
Camisa - Innocent World
Saia - Body Line
Bolsa - Innocent World
Meia - Lupo
Bota - Lily's Closet
Acessórios - Off Brand / Self-Made