quarta-feira, 11 de outubro de 2017

(07/10/2017) Dia a Dia, Despedida e Aniversário da Vó


          Fazia tempo que eu não tinha tantos programas num só dia. Fiquei de um lado pro outro da cidade até o final da noite! Saudade de ter pique pra isso.
          No início, eu achei que só teríamos uma despedida (uma amiga do Bira vai mudar de país) e o aniversário da minha avó, mas, na hora de sair, decidimos tomar café com um par de Brunos, já que o primeiro ponto consistia em um churrasco e eu poderia ficar sem ter o que comer. Sem contar que eu sempre quero uma boa desculpa pra ir no Denny's. A quiche de abobrinha estava divina!
          Chegando na despedida, descobri que fizemos muito bem em forrar o estômago, pois nem churrasco teve, apenas bebidas, e eu não bebo... Mas foi legal. Engrenamos numa discussão sobre preconceito e perdemos a hora. Até cheguei atrasada no aniversário.
          Minha mãe montou uma festa pink e floral pra minha avó e convidou alguns tios, mas minha avó estava com cara de "preferia ter ído jantar fora sem tantos parentes, mas ao menos ganhei presentes". Eu te entendo, vó. Eu te entendo.
          Já estava tarde e eu achei que era só ir pra casa descansar. Eu já tinha tido uma crise de fadiga há duas horas e estava com a bateria piscando. Só que aí o marido avisa que uns amigos convidaram pra ir conhecer um café novo e eu abracei o capeta. Já estava morrendo mesmo, ao menos o faria tomando milkshake (como se o jantar e o bolo de aniversário não fossem suficientes).
          O café é simpático. Fizeram uma decoração geek bonitinha e os atendentes são bem receptivos, mas achei o que comi um tanto fraco. A quiche de queijos estava seca e com pouco recheio e cremosidade, e o milkshake de morango estava bonito, mas sem sabor. Acho que se resolveria com uma ou duas colheres de geleia ou a fruta em si. Talvez seja só azar, já que o cardápio tinha muitas coisas promissoras, principalmente uma boa variedade de cafés (que eu não arrisquei experimentar porque tenho baixa tolerância à cafeína e já tinha tomado mais cedo). Quero ir de novo só pra experimentar um deles num dia mais calmo.









Denny's Doceria e Café / Casa da Mariana / Casa da Vó / Geek Art Café




Geo Medical Bella Brown Lens
It's Skin Babyface BB Cream Silky
Vult Quinteto de Sombras Matte Lovely Nude Café Com Leite
Etude House Oh! My Eye Line Liquid Eyeliner Black
Etude House Oh! My Eye Lash Máscara Curling
Dailus Pro Batom Líquido Pecado

Chapéu - Off Brand
Peruca - Off Brand
Vestido - Le Carrousel
Laço - Le Carrousel / Customizado
Bolsa - Innocent World
Meia - Off Brand
Sapato - Bottero
Acessórios - Off Brand

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Atualização de Outubro


          Vestido Preto - Cynthia V - Loli-Loli Paradise
          Grosgrain Micro Mini Corset - Excentrique
          Vestido Xadrez - Atmosphere


          Advance Techniques Shampoo Nutrição Completa - Avon - Avon
          Advance Techniques Condicionador Nutrição Completa - Avon - Avon
          Advance Techniques Sérum Nutrição Completa - Avon - Avon
          Nívea Sun Protect & Hidrata FPS50 - Nívea - Drogaria São Paulo
          Nívea Sun Kids Sensitive FPS60 - Nívea - Drogaria São Paulo
          Rilakkuma x A'pieu Jelly Brightening Cleansing Foam - A'pieu - Ebay
          Gloss Vermelho - T&G Tango


quarta-feira, 27 de setembro de 2017

(19/09/2017) Dia a Dia


          Saí tão pouco nesse ano, que qualquer desculpa é motivo para eu me emperiquitar. O motivo da vez foi uma promoção de lanches numa hamburgueria perto de casa.
          O americano estava só R$7,50, era grande e estava uma delícia. Apesar de ser só o básico de pão, salada e ovo, o pão era muito bom e eu quero replicar a maionese de ervas. A batata estava sem graça e queimada, mas, fazer o que?
          Depois, passei na casa de doces caseiros e comprei um bom-bocado pra comer durante o filme. Como o cinema foi reformado, pude comer meu bolo mais do que confortavelmente na cadeira onde cabe uma Karine de anágua e meia.
          Achei o filme ótimo, apesar de corrido. Passei o tempo todo tensa, mas não por causa do terror, pelos abusos. Para mim, é a parte realmente assustadora por ser real. Também é  a categoria dos meus medos em vez de qualquer criatura ou coisa.





Meats Hamburgueria e Dogueria / Cine Atibaia - Atibaia / SP




Lentes Color Vision Verde
It's Skin Babyface BB Cream Silky
Luisance Delineador Líquido Preto
Abelha Rainha Máscara Tridimensional
Gloss Labial Vermelho

Tiara - Body Line
Peruca - Off Brand
Vestido - Renner
Cinto - Off Brand
Bolsa - Innocent World
Meia-Calça - Marisa
Sapato - Tanara Brasil
Acessórios - Off Brand  Self-Made

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Rótulos Vintage


          Meu nome é Karine e eu sou viciada em potes de vidro.
          No início eu era só a louca dos temperos, mas temperos exigem potes, e quando você descobre o quanto potes de vidro são bons para guardar comida, você quer guardar tudo neles. A meta passa a ser não ter que usar sacolinha ou prendedor de roupa. Logo, até as sacolinhas e prendedores de roupa têm seu próprio pote.
          Como atualmente estou passando dos 50 potes e mais da metade deles é de condimentos de aparência idêntica ou de alimentos que deixam cheiro e por isso exigem que o pote seja só daquele alimento, só escrever com canetinha de qualquer jeito no fundo do vidro se tornou isuficiente.
         Já que teria que arranjar algum tipo de rótulo, eu quis fazer artesanalmente para ser uma terapia ocupacional, então, pesquisei alguns simples e comecei pelos potes de petiscos.
          Torrada, pão de mel e biscoito de polvilho é o que mais comemos aqui em casa, então, ganharam rótulos só para eles, mas também colei "salgado" e "doce" na parte de trás para o caso de precisar guardar outra coisa depois.
          Agora, faltam os de temperos e de grãos e pós (arroz, açúcar...).



quarta-feira, 13 de setembro de 2017

(07-08-09-10/09/2017) Feriadão


          Eu noto que a minha vida mudou mesmo quando me vejo embarcando num programa praia + churrasco. O que não fazemos pelas pessoas que amamos, né?
          Gracinhas à parte, a viagem foi boa.
          Chegamos quinta à noite em Itanhaém, que, como a primeira foto  mostra, é uma cidade com construções e casas antigas assustadoras. Passei por uma casa que parecia a versão BR do Massacre da Serra Elétrica! Se não fosse o grande número de turistas, eu me sentiria mesmo num filme de terror.
          Ficamos na casa dos avós do Vitor, um verdadeiro albergue de praia, com um monte de quartos, banheiros, ar-condicionados e camas. Dava pra receber umas 20 pessoas brincando ali. Ele foi mais do que gentil em fornecer carona, estadia e comida (brigadão, miga!).
          Fui preparada com protetores 60, biquíni pequeno e sem tiras (não curto marcas de sol) e planejando meticulosamente horários seguros para evitar queimaduras (histórico tenso com queimaduras de 2° grau), mas, no fim, não foi necessário, pois o sol esteve tímido e mal fez calor (média máxima de 25°C). Nem cheguei a ficar marcada.
          O que eu gostei mesmo foi das noites. Tudo, de lojinhas de biju à barraquinhas de comida, ficam abertas no mínimo até meia noite e a comida é barata.
          Encontrei uma feirinha que parece ser só de coisas que a natureza dá, mas tem uma tela especial nos fundos que termina em um beco com vários trailers de comida. E não eram trailers estilo food truck gourmet, eram trailers raiz, daqueles que você sente medo de cotrair algo comendo, mas vale o risco porque aquela gordura toda é estranhamente atraente e as porções cavalares custam R$10.
          E na volta pra casa ainda me apresentaram o Zé do Hambúrguer, uma lanchonete vintage de encher os olhos. O lugar é lindo. Até tem mesa em forma de carro! E que batata com queijo gratinado foi aquela?! Eu dividi com o pessoal, mas acho que teria comido uma sozinha de tanto que gostei (é maior do que aparenta na imagem). Preciso voltar só pra ver se isso é aplicável.












Itanhaém / SP
Zé do Lanche - São Paulo / SP