quarta-feira, 6 de junho de 2018

(20/05/2018) Old Station Tattoo Convention


          Faz uma década que penso superficialmente a respeito, mas nunca corri atrás de nada por não ter tanta certeza e empolgação. Eu sabia que estava procrastinando na zona de conforto do "não poderia pagar" a ponto de nem mais pesquisar inspirações platônicas.
          Depois de acompanhar alguma sessões no ano retrasado, notei que eu só não estava mais interessada no que eu queria naquela fase, não que não queria mais nada. Quando destravei isso, foi fácil ver que eu ainda estava empolgada em me tatuar, só precisava encontrar algo que me encantasse.
          Durante esse ano, após pesquisar vários estilos, descobri que eu gosto do japonês, mas ainda não tinha sentindo o coração beter forte por nada.
          Quando vi que teria uma convenção na cidade, soube que seria ótimo para eu me situar e, quem sabe, me apaixonar por algo. Eu achava bobeira acreditar que pesquisar na internet era diferente de ver pessoalmente, mas realmente senti o impacto ao pegar os trabalhos dos artistas.
          Fui vendo portfólio por portfólio até que...  PÁ! Os batimentos aceleraram para o estilo clássico, o que ficou famoso (e mal visto) por causa da yakuza. Estava lá olhando as peças de braços e costas (na terceira foto) e pensando "Ok, as borboletas se degladiando no meu estômago deve ser um sinal".
          Chegando em casa e pesquisando mais, a empolgação foi ainda maior. Pretendo meditar bastante sobre isso nesse ano e começar a guardar dinheiro para quando eu decidir aplicar. Finalmente passei pro próximo passo! Não parece muito, mas nunca passei disso, então, pra mim, já é significativo.
          E sobre o evento... Estava bem vazio. Disseram que estava cheio no dia anterior e que provavelmente o frio espantou os visitantes (a temperatura caiu de uma vez de um dia pro outro). Não me importei muito porque eu foi muito útil poder folhear tudo com calma. É uma pena que tenha tido pouco movimento, porque isso deve diminuir a chance de acontecer uma segunda edição ou outras convenções interessantes.
          Saímos cedo por estar ficando insuportavelmente frio e fizemos hora em um café até os restaurantes abrirem. Ele inalgurou recentemente e eu ainda não conhecia. Gostei muito do cardápio (o cheesecake com caramelo e macadâmia estava muito bom), do ambiente e da simpatia dos entendentes. Eles parecem ter roubado minha playlist do youtube de vocal feminino, pois acertaram em 100% as minhas cantoras favoritas. Isso foi assustadoramente agradável.
          Mais tarde, na hamburgueria, pedi as batatas com queijos que me convidaram a voltar. Assim como da última vez com a lasanha, a porção veio enorme. Eu não consegui comer tudo! Raramente perco uma batalha. Em minha defesa, eu já tinha gastado parta da mana com dois cappuccinos, um churros e um cheesecake. Mas, como é possível ver na foto, enfrentei feliz.











Estação Atibaia / Madame Z Studio / Village Restaurante e Hamburgueria Gourmet - Atibaia / SP




Lentes Color Vision Verde
It's Skin Babyface BB Cream Silky
Vult Quinteto de Sombras Matte Lovely Nude Café Com Leite e Café
It's Skin Babyface Petit Mascara Volume
Anita Batom Líquido Veneza

Chapéu - Off Brand
Peruca - Off Brand
Cachecol - Renner
Vestido Casaco - SisJuly
Bolsa - Innocent World
Luva - Off Brand
Meia - Lupo
Sapato - Bottero
Acessórios - Off Brand

Nenhum comentário:

Postar um comentário

* Seja educado e coerente.

* Não faça propagandas.

* Agradeço muito pela visita e pelo comentário <3